O que procura em "O PIRAQUARENSE"

sexta-feira, 26 de julho de 2019

Policiais presos em operação seguem detidos no BPGd, em Piraquara

Foto Divulgação
Os oito policiais rodoviários estaduais que foram presos esta semana em uma ação da Corregedoria Geral da Polícia Militar, participaram de uma audiência de custódia nesta quinta-feira (25) e seguem detidos temporariamente no Batalhão de Polícia de Guarda da Polícia Militar (BPGd), em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba.

As investigações começaram a cerca de seis meses, depois que o funcionário de uma transportadora fez a primeira denúncia de que os policiais estariam pedindo dinheiro para permitir a passagem dos motoristas nos postos rodoviários de Alexandra e Coroados, no Litoral do Paraná.

Durante três meses, foram feitas imagens dos policiais em atividade no Litoral, além da quebra dos sigilos telefônicos e bancários de todos os suspeitos.

A maioria dos policiais está na corporação há mais de 15 anos e não tinha outras condenações ou processos dentro da Polícia Militar.

Além das prisões, foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão nos postos de trabalho dos policiais e nas casas dos agentes.

Ainda nesta quinta-feira, outras vítimas e testemunhas foram ouvidas pela Corregedoria da PMPR que continua com as investigações.

Os oito policiais estão presos temporariamente até a próxima segunda-feira (29), mas existe a possibilidade do pedido de prorrogação das prisões por mais cinco dias ou a conversão das prisões para preventiva, ou seja, quando não há prazo para que eles sejam soltos.

Após encerrada a etapa de investigação, o Ministério Público do Paraná (MPPR) deve decidir se oferece ou não denúncia contra os policiais, assim como ações que podem ser tomadas pela Corregedoria, como, por exemplo, a expulsão deles da Polícia Militar.

Em nota, a Corregedoria Geral da PMPR ressaltou que “condutas como as apontadas aos policiais militares indiciados não são compactuadas pela corporação e são veementemente combatidas”.

A Corregedoria também frisou que denúncias da população podem ser feitas pelo telefone 0800-643-7090 ou pelo site www.corregedoria.pmpr.pr.gov.br

As informações e a identificação do denunciante são mantidas em sigilo.


Clique e fale com O Piraquarense para divulgar seu empreendimento


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião