O que procura em "O PIRAQUARENSE"

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Parques oferecem atividades especiais no domingo


O Instituto Ambiental do Paraná (IAP), em parceria com a Rede Pró UC, promove no domingo (21) ações diferenciadas em 15 parques estaduais. É a campanha Um Dia no Parque, que tem o objetivo de levar mais pessoas às áreas verdes para atividades de lazer, prática de esportes e, principalmente, para conscientização ambiental.

É a segunda vez que o Paraná participa da campanha. Em 2018, somente o Parque Estadual Mata dos Godoy integrou a ação. Agora, o objetivo é ampliar o alcance com mais unidades de conservação.

“O intuito dessa data é aumentar a visitação nas Unidades de Conservação e promover a conscientização do valor da natureza, para um convívio social, para a conservação natural e para a vida mais saudável”, explica o diretor de Gestão do Patrimônio Natural do Instituto Água e Terra, Aristides Athayde.

A campanha também busca mostrar ao público a importância destas áreas para a qualidade de vida. Uma pesquisa realizada em 2014 pelo WWF-Brasil mostrou que 58% dos brasileiros têm como maior orgulho a riqueza natural do país. A mesma pesquisa apontou que 80% consideram que a natureza não está protegida.

Participam da ação o Parque Estadual do Monge, Parque Estadual do Marumbi, Parque Estadual de Vila Velha, Parque Estadual do Guartelá, Parque Estadual Mata dos Godoy, Parque Estadual João Paulo ll, Parque Estadual Lago Azul, Parque Estadual Mata São Francisco, Parque Estadual Rio da Onça, Parque Estadual Ilha do Mel, Parque Estadual do Pico Paraná, Parque Estadual Serra da Baitaca, Parque Estadual Vila Rica do Espirito Santo, Parque Estadual do Palmito e Mananciais da Serra.

ORIGEM – A campanha foi inspirada no Park Day, dos Estados Unidos, quando americanos se dirigem aos parques para acampar, fazer trilhas, observar pássaros e estrelas e, assim, aproveitar essas áreas.

No Brasil, o evento acontece em 21 de julho, data próxima ao aniversário do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), lei criada em 2000 que rege as Unidades de Conservação. Neste ano, cerca de 160 Unidades de Conservação participam em todo o Brasil.

BIODIVERSIDADE - No Paraná, 69 Unidades de Conservação Estaduais ajudam a proteger a biodiversidade local. O uso sustentável dessas áreas ajuda a preservar espécies de fauna e flora ameaçadas de extinção.

As unidades oferecem diferentes atrações para os aventureiros e amantes da natureza, como cachoeiras, trilhas em meio à Mata Atlântica, montanhismo, artes rochosas, cânion e ilhas.

Como aproveitar os parques de forma segura e sem prejudicar a natureza

É fundamental ter bom senso e seguir algumas regras nas visitas às Unidades de Conservação para não causar danos ao meio ambiente e também garantir a própria segurança. Confira.

- Não utilizar equipamentos sonoros ou qualquer outro que possa produzir ruído para não estressar os animais, o que pode provocar agitação ou a dispersão deles da região.

- Esteja preparado para sua aventura. Indo para uma caminhada ou subida, é necessário planejar o passeio com antecedência. Levar calçado e roupa apropriados para várias condições, água e comida, um farol ou lanterna com pilhas extras e um bom mapa e bússola, protetor solar e repelente. Vá com um guia ou uma pessoa que conhece muito bem a região. Avise alguém onde você está indo e quando voltará. Caso ocorra algum imprevisto o socorro poderá ser acionado.

- Não usar fogo, o que inclui não armar fogueiras, não utilizar churrasqueiras, não soltar fogos de artifício e não queimar lixo, inclusive, na área do entorno dos parques.

- Não entrar com animais domésticos, exceto cães-guias (Lei Federal nº 11.126 de 2005). Eles podem transmitir ou contrair doenças, introduzir espécies que não são da região, caçar animais silvestres ou oferecer riscos aos visitantes.

- Descartar o lixo de forma correta. Os resíduos gerados devem ser colocados nas lixeiras disponíveis ou recolhidos em sacolas para posterior destinação adequada.

- Não retire nada da natureza, como flores, pinhas e pedras, como forma de manter o equilíbrio da fauna e da flora. Muitas outras pessoas também poderão admirar aquilo que você achou bonito.

- Não utilizar barcos a motor ou pescar no interior das unidades.

- Toda a vida do parque é selvagem, o que significa que alguns animais podem ser perigosos e imprevisíveis. Estar perto da vida selvagem também expõe você a doenças. Portanto, não alimente os animais, não se aproxime e não deixe se aproximarem de você.

- Tenha cuidado perto da água. Se você está pensando em se refrescar ou atravessar um rio ou riacho, escolha um lugar com águas calmas. Se estiver em corredeiras ou em uma cachoeira, escolha um local seguro. Fique longe da água que flui rapidamente. Um deslizamento na rocha molhada, ou mesmo seca, é o suficiente para ser arrastado pela correnteza. Informe-se antes sobre a previsão do tempo. Chuvas fortes em regiões próximas podem causar a chamada cabeça d’água, uma forte e perigosa correnteza que chega de repente e aumenta instantaneamente o volume e a velocidade do rio.

SERVIÇO:

Um Dia no Parque em Piraquara

Local:          Mananciais da Serra
Endereço:    Estrada da barragem, s/n, Vila Fuck, Piraquara. (anexo ao Parque Marumbi)
Atividades: Trilhas autoguiadas
Horário:      8h30 às 17h30 (entrada permitida até as 16h).
Parceria:     Sanepar
Custo:         Sem taxa e sem agendamento

Fonte A REDE

Clique conheça lugares interessantes, conheça Piraquara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião