O que procura em "O PIRAQUARENSE"

terça-feira, 2 de julho de 2019

No Paraná, apenas 7,5% dos municípios possuem algum cinema e Piraquara é um deles.

Assistir a um filme num cinema pode ser uma tarefa difícil dependendo de onde você mora no Paraná. É que apenas 30 dos 399 municípios paranaenses (7,5% do total) possuem algum complexo para exibição de filmes, revela um informe de mercado sobre salas de exibição, divulgado na última semana pela Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Segundo o levantamento, em todo o Paraná existem 55 complexos cinematográficos e 200 salas de exibição espalhadas por 30 cidades. Esses municípios concentram um contingente de 6.396.343 pessoas, o equivalente a 56,4% da população paranaense.

Só em Curitiba estão 15 desses complexos e 81 das salas de exibição. Além disso, outros municípios da RMC (Campo Largo, Colombo, Fazenda Rio Grande, Piraquara e São José dos Pinhais) possuem mais cinco complexos e 12 salas de exibição, ao todo. Temos, então, que dos 55 complexos em todo o Paraná, 36,4% estão na RMC – que concentra 31,9% da população paranaense (3,62 milhões de pessoas). Já quanto às salas de exibição, 46,5% estão na Capital ou municípios do entorno.

Ainda assim, o Paraná é, em números absolutos, o quarto estado brasileiro com maior número de salas de cinema, atrás apenas de Minas Gerais (269), Rio de Janeiro (373) e São Paulo (1.041).

Nos últimos anos, inclusive, o mercado cinematográfico tem crescido no estado. Em 2011, por exemplo, haviam 152 salas de cinema em 25 municípios (com uma taxa de 68.682 habitantes para cada sala de cinema). No ano passado, já chegamos a 200 salas de cinema em 30 municípios (56.745 habitantes para cada sala de exibição).

Se considerado apenas o número de salas por habitantes, contudo, o estado fica em oitavo no ranking nacional. Espírito Santo (50.928 habitantes para cada sala), Amapá (48.794), Santa Catarina (47.807), Rio de Janeiro (46.005), São Paulo (43.745), Roraima (38.438) e Distrito Federal (33.803) apresentam índice melhor.

Venda de ingressos despenca no Brasil

Outra informação revelada pelo estudo da Ancine é que a venda de ingressos de cinema despencou no Brasil no último ano. Em 2018, 163.457.959 ingressos de cinema foram vendidos em todo o país (aproximadamente 0,78 ingresso per capita). É o pior resultado desde 2014, quando foram vendidos 155.612.992 ingressos no país (0,77 per capita).


Na comparação com 2017, quando foram vendidos 181.226.407 ingressos em todo o país (0,87 per capita), nota-se uma redução de 9,8% nas vendas. A queda do ano passado, inclusive, é a segunda consecutiva verificada pela Ancine após o setor bater recorde de ingressos vendidos em 2016 (184.327.360, com média de 0,89 ingresso per capita).

Em 2018, cinco novos complexos foram inaugurados no Paraná, nos municípios Medianeira e Francisco Beltrão, cada um com duas salas de exibição, e em Piraquara, Prudentópolis e Campo Mourão, cada um com uma sala. Todas esses espaços apresentam filmes 3D. Além disso, o Cine Teatro Padre José Zanelli foi reaberto em Ibiporã, enquanto o Cine Quinze, de Guarapuava, e o Cine Max Pato Branco foram ampliados, ganhando, respectivamente duas e uma novas salas de exibição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião