O que procura em "O PIRAQUARENSE"

sábado, 6 de julho de 2019

Dupla em carro roubado e um é baleado após apontar arma para policiais em Piraquara

Foto: Daniela Sevieri/Banda B
Apontou uma arma de brinquedo contra os policiais e acabou atingido com dois tiros .

Dois jovens, que estavam com um carro roubado, foram detidos na manhã deste sábado (6), após fugirem de uma abordagem policial e se envolverem em um acidente de trânsito no limite de Piraquara com Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Os suspeitos roubaram um veículo Kwid na noite desta sexta-feira (5), no bairro Capão da Imbuia, em Curitiba. Na mesma noite, ainda tentaram realizar um roubo, no Centro de Piraquara. Após a batida, um deles, então, apontou uma arma de brinquedo contra os policiais e acabou atingido com dois tiros na reação.

O subtenente Valdir Santos, da Polícia Militar (PM), contou que uma viatura que estava em patrulhamento quando os jovens passaram com o veículo roubado e levantaram suspeita. “Esse veículo estava com alerta de furto e tentou realizar roubos em Piraquara. Hoje, ele cruzou com uma viatura que estava em patrulhamento. Os policiais notaram que estava em alerta e desconfiaram da atitude suspeita dos homens”, explicou Valdir .

De acordo com subtenente, a viatura da PM  tentou realizar a abordagem, mas os suspeitos não pararam. A perseguição policial terminou em Piraquara, quando o carro roubado bateu contra outro veículo.

“Eles não pararam, mesmo com a perseguição da policial. Quase atropelaram pedestres e, chegando na divisa com Pinhais, o carro bateu com outro veículo, com uma criança dentro. Felizmente, não aconteceu nada com a família, apenas danos materiais”, disse o subtenente.

O subtenente da PM disse ainda que os suspeitos aparentavam estar armados. “Eles estavam com um simulacro de pistola e, para conter os suspeitos, a polícia acabou atirando neles. Um foi atingido no braço e na perna”, concluiu o subtenente.

Os suspeitos informaram à PM que estavam sem documento, mas que seriam menores de idade, o que será verificado pela Polícia Civil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião