O que procura em "O PIRAQUARENSE"

sexta-feira, 7 de junho de 2019

Em Piraquara crianças acham corpo de mulher morta quando voltavam da escola

Crianças que voltavam da aula acharam corpo de mulher morta atrás de uma casa na Vila Militar, região próxima ao complexo penal de Piraquara

Corpo foi encontrado por crianças que voltavam da escola. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná
Uma mulher, de aproximadamente 45 anos, foi encontrada morta na tarde desta quinta-feira (6) em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), por crianças que voltavam da escola. O corpo estava deitado de bruços no final da Rua Coronel Romão Rodrigues de Oliveira, na Vila Militar. A região fica próxima ao complexo penal.

Segundo o superintendente da Polícia Civil de Piraquara, Job de Freitas, o homicídio só poderá ser confirmado após a perícia, mas no corpo da mulher há sinais de sangue no rosto e marcas de escaneamento no pescoço, que podem ter sido feitas com o próprio cachecol dela. “A morte é recente, havia marcas no pescoço dela, como se quisesse tirar o cachecol. Pelo menos tudo indica isso no local. Principalmente porque policiais militares realizaram ronda na área, por volta das 10h desta quinta, e o corpo não estava ali. Só foi encontrado por volta das 14h. Ela é provavelmente do interior, mas ainda aguardamos identificação pelas digitais”, afirmou Freitas.

A informação foi confirmada por uma moradora da vizinhança. “Os meninos saem para a escola às 7h. Não havia nada. Nem na madrugada, pois a qualquer barulho os cachorros latem. Só pode ter sido nesse intervalo entre 10h e 13h. Os meninos iam jogar bola e um deles viu a mulher caída”, disse.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese da vítima ter realizado uma visita ao complexo penal. “Estamos levantando o nome dos presos para comparar com registro escrito na aliança da mulher. Ela estava com algumas joias, incluindo a aliança e os brincos. Pode ter sido passional”, conclui o superintendente.

Até o fim da tarde desta quinta-feira, não havia mais informações sobre o caso. O corpo da mulher foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML).

Fonte: Tribuna

**COMPARTILHE**

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião