O que procura em "O PIRAQUARENSE"

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Vitimas baleadas em Piraquara afirmam que não houve qualquer reação e presença de armas

Polícia alega reação de suspeitos e fere dois com tiro de fuzil; vítimas negam que tivessem armas

Uma troca de tiros deixou um suspeito ferido no começo da noite desta quarta-feira (05), em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Na versão das vítimas, a polícia atirou contra eles, sem que estivessem armados.

De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar (PM), a ação aconteceu depois que um rapaz revidou a uma abordagem realizada por uma equipe da Rotam do Batalhão de Polícia de Guarda, na Rua Alexandre Brasil, na Vila Susi.

Segundo a PM, no momento em que os policiais se aproximaram foram recebidos a tiros e revidaram. O suspeito foi baleado com um tiro no ombro e socorrido pelo Corpo de Bombeiros até o hospital, sem risco de morte.

Na versão dos vizinhos, os dois rapazes não estavam armados e foram recebidos por uma abordagem truculenta dos policiais da Rotam. “Eles chegaram atirando nos dois, até mesmo o policial que atirou ainda pediu desculpas porque o baleado estava com uma carteira na mão”, disse uma testemunha, que pediu para não ser identificada com medo de represálias.

Diego Souza, uma das vítimas baleadas, afirmou que não houve qualquer reação e presença de armas. “Não temos passagem pela polícia, estava voltando do mercado, deram um tiro de fuzil no meu braço e atingiu o ombro do meu irmão. Tentaram implantar uma arma no meu carro”, descreveu.


Segundo ele, a família procurará a Corregedoria da Polícia Militar para registro de Boletim de Ocorrência.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião