O que procura em "O PIRAQUARENSE"

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Piraquara vive madrugada de "Terror no entorno do presidio"

Bandidos invadem Presídio de Piraquara para resgatar presos

Diversos incêndios foram registrados pelo Corpo de Bombeiros após a explosão no Presídio de Piraquara; o ataque aconteceu por volta das 3h desta terça-feira (11)


Bandidos invadiram o Presídio de Piraquara para resgatar presos na madrugada desta terça-feira (11), na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com as primeiras informações, os suspeitos explodiram os muros do presídio e invadiram o local atirando.

O Contorno Leste, que liga Curitiba a Pinhais pela Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel está bloqueada, já que três caminhões foram incendiados. A principal suspeita é que o incêndio tenha relação com a fuga dos presos.

O Corpo de Bombeiros (CB) recebeu notificações sobre carros de passeio incendiados ao redor da penitenciária de Piraquara por volta das 3h desta terça-feira (veja imagens abaixo). Mas, a polícia ainda não confirma se os casos são relacionados com a evasão dos detentos.

O cerco policial no Presídio de Piraquara continua. A Polícia Militar e a Polícia Civil seguem trabalhando para conter a saída dos presos. Segundo informações preliminares, 50 detentos conseguiram fugir com a ação dos bandidos. O Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR) e o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) foram contatados, mas até o fechamento desta matéria, sem resposta.

Fonte: RIC Mais Autor: Redação RIC Mais 11/09/2018 06:51

Carros-fortes: Vinte e oito presos foram arrebatados em Piraquara

O diretor do Depen Paraná, Francisco Caricati, confirmou na manhã desta terça-feira (11), que 28 presos fugiram durante a ação coordenada que foi realizada na madrugada em Piraquara. Segundo ele, foi uma ação “muito bem planejada”. “Foi muito bem-sucedida por parte deles. Estavam munidos dos equipamentos necessários e conseguiram o objetivo deles”, diz.

Conforme Caricati, a direção do Depen já estava atenta a uma possível tentativa de resgate de presos, mas ainda assim, não conseguiu impedir. “Nós temos um setor de inteligência que já estava monitorando possíveis tentativas de arrebatamento de presos, mas, a ação desta madrugada foi iniciada ainda na segunda-feira (10), no interior, com as tentativas de assalto aos carros-fortes”, relata. “Os principais alvos do arrebatamento são integrantes de quadrilhas de roubos a carros-fortes”, acrescenta.

Cerca de 40 homens fortemente armados participaram da ação e arrebatamento. Foram explosões, incêndios em veículos e muitos tiros disparados. Caricati afirmou que o grupo utilizou explosivos, fuzis, máquinas de serra.

Sobre o receio dos moradores de Piraquara e região, da presença dos fugitivos levar a uma onda maior de violência, o diretor da unidade diz que não acredita que isto possa ocorrer, já que os fugitivos tinham uma rota de fuga clara pela rodovia.

Fonte Massa News  por Viviane Nonato | Piraquara | Publicado em 11 de setembro de 2018 | 08h44 Colaboração Bruna Froehner/Rede Massa

Ação coordenada para arrebatamento de presos instala o caos na região

A ação coordenada de arrebatamento de presos registrada na madrugada desta terça-feira (11), assustou os moradores de Piraquara e levou o caos para a região. De acordo com as informações da Sala de Imprensa da Polícia Militar, várias situações de tiros, explosões, incêndios e acidentes relacionados a ação dos bandidos foram registradas. A Polícia Militar segue prestando apoio aos agentes penitenciários em Piraquara e em patrulhamento na região.

As informações ainda são desencontradas, mas a princípio, 50 detentos teriam fugido. Entre eles, líderes integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital, o PCC.

Acidentes e explosões

Na BR-277, no quilômetro 77, sentido a Paranaguá, uma viatura policial que seguia em patrulhamento se envolveu em um acidente. A informação da concessionária que administra o pedágio no trecho, o acidente seria um atropelamento seguido de capotamento.

Existem relatos de que um caminhoneiro, que foi rendido por bandidos, no Contorno Leste, nas proximidades de Piraquara, acabou ferido por tiros. O caminhão foi usado pelo bando armado para bloquear a via.

Nesta manhã, o Contorno Leste tem o tráfego completamente parado. 

Fonte Massa News por Viviane Nonato | Piraquara | Publicado em 11 de setembro de 2018 | 06h38

Tiroteio, explosão e invasão no presídio de Piraquara


Por volta das 3 horas da manhã desta terça-feira (11) várias explosões e tiros assustaram moradores da região de Piraquara próximo ao presídio.

Informações dão conta de que bandidos fortemente armados explodiram muros do presídio e invadiram o local atirando com fuzis.

Além disso as rodovias BR-277 e BR-116 e todos os acessos ao presídio foram bloqueados com carros incendiados e miguelitos.

Segundo informações um guarda da guarita morreu em uma das explosões.

Dezenas de viaturas da Polícia Militar e Polícia Civil estão no local.

Muitos foram os relatos de moradores da região que acordaram com as fortes explosões e barulhos de tiros.

Fonte Massa News por João Carlos Frigério | Publicado em 11 de setembro de 2018 | 04h40

Criminosos armados explodem muro do Presídio de Piraquara e 28 presos conseguem fugir

A Polícia do Paraná confirmou que dezenas de bandidos fortemente armados explodiram o muro do Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP I), na região metropolitana de Curitiba, na madrugada desta terça-feira (11). Em uma contagem inicial, a administração do presídio contabilizou que 28 presos fugiram. Durante a ação, ruas e rodovias de acesso ao presídio foram bloqueadas e houve uma intensa troca de tiros entre bandidos e policiais militares.

Apesar do caos instalado na região, ninguém ficou ferido durante a ação criminosa. O coronel Hélio de Oliveira Manoel, secretário especial de Administração Penitência, afirmou que foi uma ação orquestrada. “Eles bloquearam rodovias e houve um intensa troca de tiros entre policiais militares e bandidos. Pela forma que tudo aconteceu, podemos dizer que o número de arrebatados foi até pequeno, já que havia uma galeria com mais de 120 presos”, detalhou.

Para a fuga, foi aberto um buraco com explosivos por parte dos marginais. “Foi feita esta explosão para fazer uma passagem. Abriu-se um buraco para que os bandidos fugissem. Agora, nossas equipes estão fazendo buscas nas regiões para localizar os presos que escaparam”, completou.

Outra fuga

Ao menos 105 presos fugiram da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes, em João Pessoa (PB), na madrugada desta segunda-feira (10). Segundo a secretaria estadual de Administração Penitenciária, homens fortemente armados explodiram o portão principal após trocarem tiros com policiais militares e agentes prisionais. Um tenente foi baleado durante as perseguições ao grupo que atacou a penitenciária. O militar foi levado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O estado dele é grave.

A polícia agora investiga se os dois arrebatamentos estão relacionados a uma possível ordem de lideranças do Primeiro Comando da Capital.

Fonte TN Online Com informações da Banda B


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião