O que procura em "O PIRAQUARENSE"

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Corpo de mulher retirado do túmulo, em Piraquara, pode ter sofrido abuso sexual

Tiago Silva.PNG
A vítima tinha sido sepultada no dia 10 de setembro deste ano. O Instituto de Criminalística esteve no local para analisar o corpo, e o laudo pode demorar até 30 dias para sair

Na manhã de terça-feira (18), um túmulo do Cemitério Bom Jesus dos Passos, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, foi encontrado violado.

Funcionários encontraram corpo de idosa fora do túmulo.

Por volta das 8h, quando funcionários abriram o local para acesso ao público, encontraram um caixão aberto com um corpo de uma mulher de mais de 70 anos para fora.

A idosa, que tinha sido sepultada no dia 10 de setembro deste ano, pode ter tido o corpo abusado sexualmente, um crime conhecido como necrofilia.

Mesmo com segurança 24 horas no cemitério, o vigia de plantão não percebeu nenhuma movimentação estranha.

Após encontrarem o corpo, os funcionários do local chamaram uma viatura da Polícia Militar (PM), além da família da vítima.

Família autorizou um novo sepultamento

Devido o ocorrido, a família autorizou que o corpo fosse sepultado novamente. Dessa forma, o corpo da senhora foi colocado mais uma vez dentro do caixão, que foi lacrado.

O Instituto de Criminalística esteve no local para analisar o ocorrido, mas o laudo pode demorar até 30 dias para sair. Após o resultado, será possível saber se o corpo da idosa foi abusado sexualmente ou não.

Nota da Prefeitura de Piraquara

Em nota, a Prefeitura de Piraquara informa que prestou todo o atendimento e tomou as medidas cabíveis durante a ocorrência de violação de um túmulo no Cemitério Municipal Bom Jesus dos Passos.

Após a constatação do fato, o local foi isolado, a Polícia Militar acionada e a família responsável contatada. Depois de concluído o trabalho da perícia e com o acompanhamento dos familiares, o túmulo foi novamente fechado.

A prefeitura ressalta que dispõe de vigilância patrimonial 24h em rondas no cemitério e que está viabilizando o aumento do muro para inibir a ação de vândalos no local.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião