O que procura em "O PIRAQUARENSE"

sábado, 22 de julho de 2017

O cerol vira arma na mão do seu filho

Céu colorido, crianças nas ruas e parques com suas pipas, no período de férias escolares podemos presenciar essa brincadeira com mais frequência, porém o que preocupa é o uso do cerol, uma  mistura  feita a partir de vidro moído e cola que se passa na linha com que se empinam as pipas, a fim de que possa cortar a linha de outro colega quando ambos estão no ar.

A mistura é altamente cortante e, apesar da proibição, continua a ser utilizada por crianças e adultos. Não é difícil nesta época do ano ver nas mídias o aumento de casos de acidente com essas linhas, e a mais potente delas que é vendida pronta, a linha chilena.

Em casos fatais, o pescoço do motociclista ou pedestre que entra em contato com a linha de pipa com cerol. São também vítimas do cerol: aeronaves, pedestres, ciclistas, motociclistas, paraquedistas, skatistas e outros.

Em nosso estado Estado a Lei 16246 - 22 de Outubro de 2009  proíbe expressamente a fabricação e a comercialização da mistura de cola e vidro moído utilizada nas linhas para pipas, cuja infração do disposto na lei supracitada sujeitará o estabelecimento infrator a Multa de 500 (quinhentas)  UFIRS pela autoridade competente e em caso de reincidência o Dobro da Multa e até o fechamento do estabelecimento.

Também  proíbe o uso de cerol ou de qualquer produto semelhante que possa ser aplicado em linhas de pipas. Determina que o não cumprimento da norma acarretará ao infrator o pagamento de multa no e devida responsabilização por LESÕES CORPORAIS e DANOS A PATRIMONIO , e sendo o infrator menor, os pais serão os responsáveis.

Pais e responsáveis orientem seus filhos para que não utilize esses produtos e coloque em risco a vida do próximo. Que a brincadeira e o lazer fale mais alto que a disputa.

Fiscalize, denuncie Policia Militar 190 e não seja conivente com a situação.

Fonte Jornal da cidade com  atualização por Antonio Sávio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opnião